A precarização do trabalho acadêmico

Hoje é dia do pesquisador e eu agradeço por tudo que essa profissão me ensina. Entretanto, eu não poderia deixa de lado e não olhar para a precarização do trabalho acadêmico, uma realidade cruel na vida de muita gente.

Eu sempre quis conhecer e viver o caminho da pesquisa. Mesmo ainda criança, o que me seduziu foi ouvir a história de vida de cientista. Mas aquela realidade era muito, muito longe da minha.

Na pesquisa o que me move é a paixão imensa pela busca do saber, que nunca tem fim.

Hoje eu me lembro de tantos pesquisadores e pesquisadoras que me inspiram, ou que, em algum momento da minha trajetória me inspiraram a ser uma buscadora. Eu agradeço!

No entanto, o cenário acadêmico na maioria das vezes é um caminho árduo, uma terra de feudos, de senhores feudais e seus vassalos. Não vou me prolongar no assunto.

Hoje eu só quero deixar esse livro em acesso aberto para ampliar o nosso olhar para as condições de trabalho, Gender and Precarious Research Careers Editado por By Annalisa Murgia, Barbara Poggio

A competição entre e dentro das instituições de ensino superior cresceu, e o ambiente de trabalho tornou-se ainda mais frenético, enquanto a vida profissional e a vida privada muitas vezes se sobrepõem.

Juliana Reis

Enfermeira, especialista em informação científica, mestre em saúde materno infantil. Tem interesse em Práticas Integrativas, Saberes Tradicionais, Ciência e Arte, visualização de dados, gamificação, translação do conhecimento, ciência de implementação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: